Inspeções de Caldeiras NR 13

Fundamental na área industrial, a caldeira é um reservatório na qual produz vapor induzindo calefação por sua alta temperatura. Esse grande recipiente é relevante para nutrir com vapor e fluídos quaisquer tipo de instrumentos e máquinas térmicas. Esse tipo de aquecimento para a finalidade de criar calor em indústrias foi com a queima de carvão ainda no século XVIII e com o decorrer do tempo as grandes maquinas recipientes de calor chegou para inovar e facilitar a distribuição de eflúvio para os demais setores. Manusear esse grande reservatório é necessário muita cautela e somente profissionais treinados possuem a permissão para tal função devido o grau de periculosidade.

A manutenção das caldeiras é algo pautado na lei e por sua complexidade são indispensáveis a segurança do trabalhador envolvido e a inspeção frequente do equipamento. A NR-13, Norma Regulamentadora foi implantada para garantir a segurança de Caldeiras e Vasos de Pressão, esses equipamentos apesar de funcional em indústrias é pode gerar alguns acidentes sem uma averiguação. Existem muitas empresas que oferecem treinamentos operacionais, práticos e teóricos para todo tipo de pessoa interessada no manejo de caldeiras e Vasos de pressão independente do perfil, modelo ou tipo de combustível. Confira variados cursos e se qualifique!

Inspeção necessária em Caldeiras NR 13

As Caldeiras possuem categorias conforme a Norma Regulamentador 13, com inspeções necessárias a serem fiscalizadas frequentemente. Cada categoria de caldeira tem o período específico para serem inspecionados, os requisitos necessários para uma verificação dependerá de duas possíveis causas como a capacidade interna da caldeira e sua pressão de operacional. Essas categorias são divididas em A,B e C sendo medidas por sua pressão de operação equivalente. A caldeira que mantém a pressão maior que 1900 Kpa é classificada como A, Na categoria B, a caldeira não possui relevância e não se enquadram em relação as demais. Já na categoria C sua pressão operacional é mantida 588 Kpa ou inferior a esse número, seu volume pode ser até cem litros. A segurança na inspeção deve ser realizada por profissional, toda empresa deve se ater na contratação de pessoas habilitadas no Registro de Segurança a fim de contribuir para um bom funcionamento.

Tipos de Caldeiras

No ramo industrial é possível encontrar variados tipos de Caldeiras e é importante saber defini-las conforme seu modelo e funcionalidade específica. Para conhecer um pouco mais sobre as Caldeiras confira os tópicos a seguir;

Flamotubulares

As flamotubulares são caldeiras que mantém pressão de 100 a 30.000 Kg/  com 30 Kgf/cm². Nessas caldeiras os traques quentes oriundos da queima do combustível percorrem os tubos na água. O canal tem a função de aquecer a água dando vida ao vapor. Podem ser verticais e horizontais dependendo de sua montagem.

Horizontais

Como o próprio nome diz, a caldeira horizontal tem sua instalação deitada, suporta grande volume de água e contém algumas características como ser compacta com tubulações internas facilitando a passagens dos gases, também nomeadas como Cornuália e Lancashire.

Cornuália

A caldeira Cornuália possui limitação de pressão, essa não deve ultrapassar 10kg/cm², com dois cilindros horizontais seu funcionamento é simples e apresenta baixo rendimento.

Multitubulares de fornalha interna

Essa caldeira possui tubos de fumaça divididos em três tipos como os Canais de fogo direto, Tubos de retorno e Tubos de fogo diretos e de retorno.  Cada um com sua função permite que a tubulação trabalhe a combustão dando bons resultados na vaporização da água.

A vapor e Escocesas

A caldeira a vapor é simples, toda água passa por um recipiente é bem aquecida realizando o processo d vaporização.  As escocesas são bastante utilizadas em áreas marinhas, suas tubulações de variados tamanhos e diâmetros facilitam a compatibilidade. Seus gases quentes da combustão circulam em 2,3 e até 4 passes. Além dessas caldeiras existem muitas outras que se moldará conforme a necessidade de cada indústria, é importante saber qual modelo se adéqua e qual o melhor método de segurança empregado para seu manejo.
laudonr13